A poesia de Rejane de Souza



I

MINHA MEMÓRIA TEM MUITOS GOSTOS
Gosto de guabirabas, ubalhas, camboins e bom-de-galo.
Tem cores de bois-de reis, pastoris, das cantigas de roda
e dos brinquedos populares.
Minhas memórias têm ecos das histórias de trancoso, de lendas e mitos
Têm sabor das comidas regionais: canjicas, beijus, tapiocas, baião de dois
De banho de chuvas e dos riachos...
Minhas memórias têm cheiro de bebê, de frutas maduras, de lenha, de
peixes assado à brasa, de roseiras, de terra.
Minhas memórias têm sentimentos de Deus, de solidão, de saudade, de
amor, de amizade, de alegria, de melancolia, de decepção, de forte emoção.
Minha memória é esse barroquismo de sim e de não...
que (des) equilibra meu chão.


II
EXÍLIO
Refugio para me encontrar
Escrevo para sobreviver
Alimento de solidão para me proteger


SÃO JOSÉ DE MIPIBU-13.04.2019
III
COMPOSIÇÃO QUASE PERFEITA DO ESCRITOR
A fortaleza dos versos de Cora Coralina

A musicalidade de Cecília Meireles
A humanidade da escritura de Thiago de Melo

A ironia necessária de Machado de Assis
O distanciamento crítico de um Cabral
A consciência do mundo de Drummond

A leveza da poética de Quintana
A subjetividade de Clarice
O ceticismo de Bandeira

O labirinto verbal de Rosa
A melancolia de Florbela
A agudeza de Augusto
E a heteronímia de Pessoa.


REJANE DE SOUZA – NÍSIA FLORESTA – RN
(Poesia publicada na Antologia Comemorativa ao Dia Internacional das Mulheres no I
Mulherio das Letras de Portugal – Local: Universidade de Nova Lisboa e Palácio
Baldaya)

PARA CONHECIMENTO, UM POUCO DE MINHA BIOGRAFIA
BIOGRAFIA – REJANE SOUZA
Natural de Nísia Floresta/RN-Graduada em Letras/UFRN
Mestra em Literatura Comparada/UFRN
Coordenadora geral do Projeto de Formação de leitor em literatura
infanto-juvenil – Projeto selecionado pelo Edital do BNB Cultural –
BNDES – Governo Federal. Edição 2012.
Produtora Cultural da I Feira Literária de Nísia Floresta – I Feira Literária
de Nísia Floresta.
Membro da equipe avaliadora do Concurso Moacir Cyrne da Funcarte –
na categoria Ensaio Literário – 2016.
Membro da ALAMP – Associação Literária e Artística das Mulheres
Potiguares
Membro do Conselho Municipal do Livro, Leitura e Bibliotecas de
Natal/RN, 2019.
Idealizadora e Coordenadora do Mulherio de Nísia Floresta/RN
Atualmente na coordenação e articulação do III Encontro Nacional do
Mulherio das Letras no RN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário