MULHER, SUBSTANTIVO DE LUXO

Um texto de Beth Lucchesi
Esses dias li uma postagem por aqui que dizia: “MULHER É ARTIGO DE LUXO. SÓ TEM QUEM PODE”.
Realmente há mulheres que são ARTIGOS; alguns bem caros, outros nem tanto e há aqueles que vivem em liquidação. Artigos para todos os gostos e bolsos.Nada contra, afinal em tempos de quebra de tabus e conquista de direitos, toda mulher tem a liberdade de viver conforme suas necessidades, expectativas e certamente, assumir as consequências de suas escolhas.Porém, há aquelas mulheres que são SUBSTANTIVOS próprios, singulares e raros.Para identificá-los há que se ter um olhar apurado, alguma erudição e acima de tudo, um gosto refinado.Essa mulher é autossustentável e pode se dar ao luxo de comprar seus próprios artigos de necessidade e de prazer.Essa mulher é um SUBSTANTIVO que não figura em qualquer gramática nem tampouco em qualquer dicionário e muito menos em cartilhas de alfabetização.Concluindo, qualquer homem pode bancar um ARTIGO; basta ter bolso. Porém, bem poucos podem conquistar um SUBSTANTIVO; é uma questão de competência. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário