DA SÉRIE DESPIDAS DE TUDO


VESTIDAS DE POESIA ♥ A verve da Poeta mineira Tríccia Araújo
Banho

a tua língua
adoça a pele
e no vai e vem
das cordilheiras
encontra repouso
na planície
úmida central.

***

Sedução

se faço pose,
meu bem,
é só pra te provocar.

ângulo de 90°
(geometria da perdição)
inclinação perfeita
para o teu prazer.

***

Entrega

Esse desejo, delicada ira,
violenta a razão.
Perco o chão e me encontro contigo
entre uma nuvem e outra do céu de tua boca.
E meu corpo vai se abrindo, pétala por pétala,
perfumando as tuas mãos
numa doce entrega.

Ofereço-te a minha carne morna,
minhas densidades e precipícios,
enquanto marejam em mim
ânsias de bem querer.

Rebento como onda no teu peito,
meu porto seguro, meu maior ensejo.
Renasço no teu abraço e, só por isso,
imploro por teu corpo, templo sagrado do meu amor,
princípio e fim da minha essência de mulher. 

5 comentários:

  1. Muito obrigada. É um imenso prazer estar aqui novamente. :)

    ResponderExcluir
  2. Tríccia...
    Poetisa que faz as palavras se transformarem em luz. Gosto muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana... Você é uma querida! :)

      Obrigada pelo carinho... também gosto demais dos seus escritos, de como a sua sensibilidade desenha as letras e pinta poesia.

      Um grande abraço.

      Excluir
  3. Parabéns Tríccia, lindos os seus poemas. gostei muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá... Muito obrigada :)

      Fico feliz que tenha gostado.

      Um abraço.

      Excluir