DA SÉRIE DESPIDAS DE TUDO


VESTIDAS DE POESIA ♥ A verve da Poeta paranaense IVY MENON
in_seguro

quando vi teu peito
pela fresta dos botões
camisa de cambraia
 e  linho branco
tremi
engoli seco
segurei o pranto

quando vi teus pelos 
de cinquenta e tantos
multicoloridos
(cinza e ruivo e preto e branco)
temi

e teu sorriso torto
revelou segredos
de dor (in)contida
e o meu coração aos trancos
armou tendas
soltou amarras
e até pensou em lançar âncora

o porto
o pouso
o descanso
tão perto
e os botões abertos
e os meus dedos loucos
por pouco não te alcançam

  
autorretrato

pinto o teu retrato
extraio os teus conflitos
alavanco
arranco o teu eu
és meu!

brincando eu te fotografo
rabisco os teus encantos
desatino
ganho espaço
és meu!

traço os teus desenhos
esquadrinho
embaraço
misturo cores
busco tua luz

não és mais tu
és eu!


paixão

eu sou rio
tu cadência
tu és grito
eu demência
tu passos largos
eu passo lentos
és queda d'água
és correnteza
eu sou embalo
tu és urgência
somos pele
somos polo
eu distância
tu tristeza
és tapete
eu gramado
eu espinho
tu cuidado
sou entrega
és meus sonhos
tu és ferida
eu machado
és balanço
eu sou rede
tu perfumas
eu sou medo
fantasia
somos busca 
somos choro
somos culpa
somos voo
sinfonia



4 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada, Jescica, minha norinha querida!

      Excluir
  2. Adorei teus poemas..nem sabia que era poeta..parabenss, hiper mega sensível.. abraco9

    ResponderExcluir