DE RADYR GONÇALVES

Dezembrações • Dezembro nu • Papai Noel deixou a Lapônia • Papai Noel se mudou para Ibiza, tirou a barba • Papai Noel trocou a Coca-Coca pela Pfizer



Esta roupagem estranha deixada pelo caminho
Este nobre verde que cobre o linho
São os trajes de um dezembro que desanda nu
Trôpego – cambaleia entre as fiações dos dias
Entre preces e agonias – entre silêncios e saudações

Papai Noel de cara lisa, deixou a Lapônia
Se mudou para Ibiza – rescindiu o contrato com a Coca
Abriu uma choperia, conheceu a Maroca
Assinou um largo contrato com Pfizer
Agora seu mundo é azul
E o seu mês fevereiro...

Dezembro segue nu – atordoado com as novas palavras
Conceituando o lamento, o poema do Bento, o empoderamento
Bom é leite de jumento
Ruim é o aumento do gás
Bom é pele de moça
Ruim é dormir sem ter paz

Papai Noel de macacão jeans e botas surradas
Se mudou para a Espanha – não doa mais nada
Engravidou Sofia, Madeileine e Maroca
Trabalha e faz filhos – esqueceu a Lapônia
Esqueceu sua missão, o seu principal papel
De ser o velho e bom Noel

Agora é Manoel Córdoba Cruz
O velho da cara lisa
Morador de Ibiza
Mulherengo que é uma praga
Consumidor de Viagra
Nem mais se lembra de Jesus

 (Deveras, nunca lembrou...)


Nenhum comentário:

Postar um comentário