PASÁRGADA • DE RENATA REGINA


Eu quero que você venha,
Mundo,
E que me tire tudo,
Quero ficar sem nada,
E a cada investida sua,
Quero a minha carne dilacerada.

E cada pancada sua,
Transformarei em palavras,
E quando você estiver
Levando a minha carne,
Já putrefata,
Estarei indo embora para Pasárgada. 

Um comentário: