HOMENAGEM À ÂNGELA LAGO

Por PAULA BELMINO - A escritora e ilustradora Ângela Lago morreu neste domingo (22) aos 72 anos em Belo Horizonte. Autora de poemas e ilustrações dedicadas ao público infantil, a artista teve uma embolia pulmonar e morreu nesta madrugada na capital mineira. Eis dois poemas da autoria da poeta PAULA BELMINO , em homenagem a ÂNGELA LAGO.

ÂNGELA VOOU

Nas asas da liberdade
em caudaloso meteoro
repentinamente voou
e pousou no infinito distante
a estrela brilhante
pra dar luz à constelação!


FESTA NO CÉU PRA ÂNGELA LAGO

O céu se abre
chama o pássaro azul
seu pouso de luz em festa.
E de lá brilha para sempre,
acena e nos conta histórias
feito estrela a piscar
eterna!

Um comentário: