UMA CANÇÃO

Um Poema de PAULA BELMINO • dedicado ao artista, amigo, professor e músico Francisco Aprígio


Eu quero escrever uma canção
com acordes harmônicos
que exaltam a natureza,
a melodia que fala de sonho 
o som do amor a enaltecer a vida.

Uma canção 
para a alma dançar
e cantar aos quatro ventos.
A doce melodia da lágrima rolando 
quando os sentimentos eclodem dentro do peito.

A canção em dó maior
de toque audível dentro da mente
a ecoar lá na razão 
do que não sente mais compaixão
e ser suave ritmo, a voz que transforma,
a canção que cura.

... Dura pena é não sensibilizar-se à música
e render-se à sutiliza da poesia!

Entoem a canção antiga!
a nova e bendita
que rasga o verbo do amor
Cantem amiúde o som do céu 
direto do anfiteatro da luz
e mudem as almas tolas
que produzem o ódio e o rancor!

Alcancem os corações de pedras
e quebre-se toda razão,
queremos ouvir a voz da poesia
a doce e lúdica canção.
Faça-se música bendita nos corações!

Quero escrever a canção 
que fala de vento e ternura, 
que eterniza o amor brando e aquece
as almas frias.
Música terna a romper as barreiras, 
e nas faces duras fazer sorriso
e lá no fundo da alma
ser apenas...

Notas de paz!

3 comentários:

  1. Um trabalho de amor, a música doce da paz, da educação, do saber ouvir , a iniciação musical e poética que toda criança tem direito. Eu precisava de alguma forma homenagear ao nobre professor.Obrigada Radyr

    ResponderExcluir
  2. E aqui está a sua canção neste belo poema, que é uma celebração à vida. Que a leve o vento para que muitos sintam o doce perfume das palavras que fluem diretamente do teu coração de poeta encantada... Abraços, amiga Paula Belmino. E viva a querida Alice, linda violinista e sua modelo preferida...rs..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querido amigo José de Castro, é necessário levar a doce canção do amor, da amizade da paz a quem necessita, ao mundo perdido. Alice ama música, pena que não tem por aqui o professor de violino, e ela está parada , segue na flauta e no violão rsrs

      Excluir