AS LETRAS DE GILSON GONÇALVES

 Três poemas de GILSON GONÇALVES

"Gilson Rodrigues Gonçalves ,
mineiro de Belo Horizonte, 37 anos, casado com Priscila e pai de Samuel.
Há mais de um ano escrevendo poesias na página "Universo em Verso".
Poeta porque a poesia me escolheu literalmente."

À ESPERA DA PRIMAVERA

Sinto o agradável cheiro suave 
Apreciando uma brisa de final de tarde
Admirando o sol se pôr no horizonte
Ainda sendo agraciado pelo seus raios

Fecho meus olhos por um instante 
E percebo doce essência em sintonia
Nos lábios sinto gosto adocicado
Deixando o pelo do corpo arrepiado

No meu coração, o jardim espera por ela
Como pintura formosa de bela aquarela
A que me presenteia com a sua presença

É sempre assim em toda primavera
Florescendo ainda mais meu amor por ela
Me fazendo apaixonado pela flor mais bela.


ELA, FOGO, EU, GELO

O fogo se apaixonou pelo gelo.
O gelo derretia de vontade
vendo o fogo arder de desejo.

O gelo quando se entregava demais
apagava o calor do fogo.
O fogo quando amava demais
consumia todo o gelo.

Quando aprenderam a se controlar
Passaram a se suportar
E loucamente a se misturar.

De intenso prazer os dois unidos,
em um romance quase impossível,
De amor começaram a evaporar.


O SORRISO DELA E DA LUA

Hoje a mais linda Lua iluminou os olhos dela
de uma forma que nunca tinha visto antes.
Sua pele exalava sua perfumada essência.
O vento soprava sua fragrância em leve brisa.

Eu queria encontrar algumas palavras à altura
para dizer a ela tudo o que eu estava sentindo.
Mas meus pensamentos ficaram fixos nela
E qualquer verso que fizesse não faria justiça.

E quando ela me olhando com amor sorriu
O meu mundo inteiro parou, o chão sumiu.
O meu ar do nada acabou, e o céu caiu
Fazendo-me flutuar no ato de a amar.

O meu corpo inteiro imóvel estremeceu.
A minha alma inflamada por ela se derreteu.
E meu coração se alegrou de tão apaixonado
Desejando para todo sempre estar ao seu lado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário