03 POEMAS DE LIVIANE MATOS

As letras da Poeta piauiense LIVIANE MATOS
O AMOR ACONTECE

O amor não tem idade
Não tem classe social
Não tem vaidade.

Eu posso ter trinta
Quem amo quarenta e oito
Ou posso ter trinta
E ele apenas dezoito.

Pode ter um e cinquenta de altura
ou um e setenta e oito.
O amor pode está em qualquer lugar
No modelo da revista
No padeiro da esquina
Ou na autoria da poesia.

O amor não tem peso
Não tem preconceito
Não tem cor
Poder ter o cheiro do malbec
O cheiro suave de uma flor.

O amor não se escolhe
Quando chega
Entra sem avisar.
Não procure
O amor acontece.

Aconteceu...


SINTO FALTA

Sinto falta do abraço que nunca te dei,
Da tua boca que nunca beijei,
Do teu corpo que nunca toquei...

Sinto falta do teu calor que nunca me aqueceu,
Do teu cheiro que nunca senti,
De todos os momentos que ainda não vivi, apenas desejei e escrevi...

Sinto falta de ter o que ainda não tive,
De viver o amor que sempre sonhei,
De viver a nossa historia,
Sinto falta de viver você...


SALDO DEVEDOR...


Depositei meu amor no banco errado
Disseram-me que eu teria lucros
Que os juros eram bons
Porém fui enganada
Quando tirei o extrato de minha conta
Não tinha mais nada
Eu já estava com saldo devedor
Por isso deixo um alerta
Cuidado onde depositar o teu amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário