Um poema de José Sóter em homenagem ao Dia dos Pais


lembro-me:
descobrindo os meus pés
descobrindo as minhas mãos
descobrindo a minha mente
descobrindo meus horizontes
descobrindo como é bom descobrir...
obrigado, pai!



José Sóter

Nenhum comentário:

Postar um comentário