OS POETAS PAULO CALDAS NETO • ORENY JÚNIOR e MARCONI BRANCO HOMENAGEIAM A CIDADE DO NATAL

Imagem • Ricardo Morais


MORADA[1]
  
Que museus guardarão a tua história?
Que mistérios preenchem tua glória?
Que cantares suportam os teus ais?…
Nas areias do mar, tuas raízes
E, nas ruas, as praias do teu cais.
  
No teu céu, lá no extremo, está meu guia,
A lançar luz de paz na noite fria,
O Cruzeiro maior do teu amor;
No teu mar, o clarão de um novo dia,
Conduzindo o meu sonho ao teu calor.
  
Ao tocar o teu corpo, o vento norte,
Pelas dunas ecoa o sopro forte,
Sob o brilho da lua, tão faceira;
E, com tal sedução desse teu clima,
Há casais a se amar a noite inteira.
  
Percorrer essa orla, a tua areia,
Te possuir na ilusão de uma sereia,
Me encantar com o teu sol passional,
É o que sinto, morada verdadeira,
Minha estrela dos Reis, tu és Natal!
  
PAULO CALDAS NETO
  
      💐 💐 💐
  
NATAL NATÁLIA NATAL
  
Natal de Navarro
Natal de Cascudo
Natal de Berilo
Natal de Deífilo
Natal de Zé Areia
Natal de Zila
Natal de Nazi
Natal do Beco da Lama
Natal de Rocas Quintas
Natal de Maria Mula Manca
Natal dos Cabarés da Rua São Pedro
Natal de Guarda Belo
Natal de André da Rabeca
Natal de seus Santos Reis Magos
Natal da sua Baía Potengi
Natal Natália Natal
  
ORENY JÚNIOR
  
      💐 💐 💐
  
CIDADE NATAL
  
Brilhante joia do Atlântico
O ar é denso é  romântico
Com cheiro de amor e de sal
Pra quem não conhece apresento
Cidade chamada Natal

O sol lhe alisa a pele
Suave carícia de de luz
Conduz e dissipa o mal
O povo é risonho e festeiro
Cidade chamada Natal

Bairros com nomes charmosos
Esperança,  Petrópolis, Alecrim
Praias belas sem igual
Lugar de Igrejas e poetas
Cidade chamada  Natal
  
MARCONI BRANCO



[1] Letra construída a partir de um poema de mesmo título e musicada pelo violonista e compositor Roberto Lima de Souza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário