OS POETAS JANILSON SALES DE CARVALHO • MAÍRA DAL´MAZ PINHEIRO E RITA CRUZ HOMENAGEIAM A CIDADE DO NATAL


ENTRE AS ONDAS DE PONTA NEGRA
  
A ti me entreguei.
Natal cidade praieira
Grande mãe do povo teu
Acolheu esta cearense
Que aqui se estabeleceu.

Amando tuas praias,
Os coqueiros e manguezais...
É no Forte dos Reis Magos que os pássaros escutam meus ais
Suspiros de saudade, tristezas e muito mais...

Fiz da praia do Meio meu refúgio.
É lá que choro minhas mágoas
E meu peito arde de saudade.
Molho os pés ...
Observo a rainha do mar
De azul, Iemanjá...
Aqui construi felicidade
Agora sou filha tua.


RITA CRUZ

       💐 💐 💐

O FRUTO
  
Natal
dividida
em Norte e Sul
pelo Potengi

bom lá
bom aqui

partes de um fruto
saboroso
molhado pelo Atlântico

todos os gomos
com o mesmo sabor
gerados na mesma terra
igualmente abençoados
pelo sol

Natal
dividida
em Norte e Sul
pelo Potengi

bom lá
bom aqui


JANILSON SALES DE CARVALHO
  
      💐 💐 💐
  
III

lembranças do baldo

dezessete horas reaberto:
lembro-me da noite em que chovia

depois de alguns sambas
do alto do viaduto do baldo interditado
a vista do front:

travessia, libido, inconsciência

lembro-me, ainda,
dos fogos de artifício sempre ouvidos desde que não conhecia o outro fogo
embalados em caixas de papelão

com orientações:
“7 tiros” ou “12 tiros”

na cervical estremecida
da minha cachorra hoje

hoje:
baldo livre

de quem?

  
MAÍRA DAL'MAZ PINHEIRO



Um comentário:

  1. É maravilhoso contemplar o rio Potengi quando se atravessa a ponte de igapó.
    Ou outra maravilha ainda maior, pela ponte Newton navarro, de um lado o mar, do outro o rio a se encontrar, extasia contemplar...

    ResponderExcluir