Sempre doce - Clécia Santos


Mãe linda mulher
Menina moça
E nunca envelhece...
Que cabe em meu olhar.
E como não se encantar? 
Sua doçura é mel puro...
Dos engenhos dos beijos.
Amável, adorável!
Seu amor eternece...
Amo-te! Doce mãe!
-
Clécia Santos

In, Angel, Brisas & Poesias.

2 comentários:

  1. Muito obrigada amigo Radyr!Amei!! Vale demais seu empenho conosco, poetas e poetisa, em divulgar nossos trabalhos poéticos.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada amigo Radyr!Amei!! Vale demais seu empenho conosco, poetas e poetisa, em divulgar nossos trabalhos poéticos.

    ResponderExcluir