Ai - Bruna Lombardi


Joga no mar velhos porta-retratos
meu mapa astral trazia exato
esse risco de vida
na casa do prazer
ai, a delícia de tentar
te esquecer
toda paixão é capaz de conter
uma espécie de crime
ai, esse prazer de se deixar
cortar, riscar
esse sublime ato de violência
delinquência velada
ai, essa roupa rasgada
que é preciso esconder...
ele diz devagar umas palavras
te transforma lentamente numa escrava
do seu poder
ai, jogar no mar, tentar lavar
perder.

 -

© Bruna Lombardi
In O Perigo do Dragão, 1984



Nenhum comentário:

Postar um comentário