Você precisa conhecer a poeta pernambucana radicada em Natal, Erilva Leite


INFINITO
*
No leito divino do amor em que embalaste os meus sonhos
Nossas mãos em  nossos corpos eram como preces
Um elo ou misto  de ternura e verdade
Veracidade na vastidão do eterno e do infinito que é amar!

Esqueci-me  de acordar do sonho e enxergar
Quão profunda é a vala em que se sepulta um sentimento
Quão profundas as chagas que sangram sem cicatrizar

Mas do alto do céu eu sei não se vê escombros
Na cruz tosca e atroz de cada assombro
Verte-se a dor torna-se ornado e bonito
Desce-se à tumba atroz do esquecimento para se alcançar o infinito!

-

POETA
*

És para mim um gênio, um artista...
Um anjo - que naturalmente pousou a sua asa
...sobre o meu ombro,
Neste frágil coração, teceu seu ninho...
Impossível...  Poeta, voar para longe,
Impossível não desejar em ti - fazer morada...
Impossível ser o que fui, nesta jornada...
Depois que descobri que tudo em ti - me apetece,
Embora tudo em ti - me inquiete, desassossegue.
Infiltre-me, me dilacere...
O teu ser perante mim...
Fez-me poeta
Sobrevoei tua alma...
Não pude ficar...
No teu corpo - nem a tua sombra.
... Que eu fique num breve adeus,
Sem o soluço teu - e sofrimento
Mas que as letras embora nunca traduzam ao certo o que sinto
Imortalizem nesse instante, todo amor
Todo seu poder e toda a sua glória!

-

REQUIESCAT IN PACE
*

Soturnal dama, excelsa e triunfante.
Quão bela és em tua torre eterna
Ninho de dor, ornada primavera
Lilases flores em cadáveres de infante!

Maviosa és em teu centro de justiça
Fazes do ser o mesmo e maravilhoso fim.
Trazes presa, aconchegada ao peito
Flores de sangue, escuro e fétido - que já foi carmim!

Tua companhia é o melhor remédio
Para quem experimentou o terrível mal,
Sofreu perseguições e ouviu maldosas falácias
Só resta esperar de ti um piedoso final!

Para quem não possui a hiperbólica vontade de viver
E não consegue remover o peso chamado vida
Só resta viver de forma religiosamente asceta
Enquanto monotonamente aguarda pela ida!
-
Erilva Leite e Roberto Noir


-

PÉS DE PASSARINHO

*
O amor é feito
desavisado passarinho
que de tão completo
em estar
esquece-se
de levantar voo
e pisa leve
e nem nota
que está preso
neste laço solto
que é amar

-

COSMOS
*

Eternidade
E firmamento
Encerras
Brilho no céu
Maravilhoso e
Bendito
De estrelas
Cometas
Abóbadas
Sóis
Ninho de luz
Poeira
 E gás
Traçado perfeito
Dos signos
Astrais
Elogio bendito
Ao cético
Espelho
Em que refletes
 As tuas filosofias todas vãs
“Porque Tudo é vaidade”
Vãs são todas as tuas alegrias
Dê-me a mão, lanças ao céu
Teu grito
Sejas somente
Pó lançado ao vento
Mas te será dado
 Sempre
A mesma
Sede de infinito!

DRUIDA
*
Silente ser
Entre tristezas vela
Gosta da dor
Da semente de tudo o que é triste

É na dor que sobrenaturalmente existe
O que não me mata Nietzsche,
Faz-me poeta!

Sorver dos meus abismos
O fel dúlcido dos escombros
Furtiva dor em dilacerantes assombros

Soluçante ser
Entre as brumas esquecida
Dama da morte
Que reluz a sorte

De ser Duida
Caminhante ser,
Algoz da vida!
-

Erilva Leite.


Saiba mais sobre Erilva Leite:
Erilva Leite, nasceu em São José do Egito, Pernambuco, mas residiu em Itapetim/PE até 1998, radicando-se em seguida no Rio Grande do Norte. É formada em Letras, funcionária pública, tesoureira e membro da SPVA/RN, Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do Rio Grande do Norte.
Participou da Coletânea de Poemas da UBE – 2015; da Antologia Nacional Galinha Pulando e de cinco edições da Revista KUKUKAYA, com poemas.

7 comentários:

  1. Parabéns Erilva! Você eh uma pessoa maravilhosa e merece todo o sucesso do mundo! AVANTE MENINA!

    ResponderExcluir

  2. Muita poesia boa junta em um só lugar.
    Lindo !
    Parabéns Radyr Gonçalves por publicar poemas tão belos em sua revista.

    ResponderExcluir

  3. Muita poesia boa junta em um só lugar.
    Lindo !
    Parabéns Radyr Gonçalves por publicar poemas tão belos em sua revista.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns minha amiga! Cada poema um pedaço de você! Muita energia, vibra!

    ResponderExcluir
  5. Você é muito habilidosa com a escrita poética, Erilva Leite! A Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do Rio Grande do Norte sente-se orgulhosa em tê-la no seu quadro associativo e corpo diretivo!

    ResponderExcluir