Sol - Muryel de Zoppa e Arthur Vital



Eu sou o sol
E mergulhei na terra
Para ver o que é que tinha
Mesmo sendo o sol
Eu mergulhei na terra
Prela ser minha

Pra soprar esse corpo de barro
Eu danço
Pra secar as sandálias de Hermes
Eu me lanço
Pra hastear a bandeira
Que rege Oxalá
Clariei o que tinha na terra
E o que dela vinha

Eu sol o sol

Mesmo sendo o sol"

-
Muryel de Zoppa e Arthur Vital 

Nenhum comentário:

Postar um comentário