Anjo branco, céu de estrelas - Erilva Leite


Descortinado véu
Do amor
Seu labirinto

Tuas mãos brancas
me devolvem
a paz do meu corpo
antes,  tórridas  labaredas

És o meu amor
Meu chão
meu céu de estrelas

Amor escrito no céu
Tão fiel a mim
E tão bendito

Bebamos desta fonte eterna
Que é amar
Porque só assim
Meu amor
Alcançaremos o infinito!
 -

Erilva Leite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário